EGEM publica Relatório de Atividades de 2016

Categoria: Blog Egem

A Escola de Gestão Pública Municipal – EGEM publicou o Relatório de Atividades referente ao ano de 2016.

Cumprindo a Lei da Transparência o documento apresenta dados sobre os cursos e eventos realizados, assessorias, consultorias e o balanço patrimonial do mesmo período. O relatório também destaca o plano de trabalho para este ano.

O presidente da EGEM, Evandro Eredes dos Navegantes, prefeito de Penha, destaca no relatório a parceria com a FECAM. As duas entidades atuaram em parceria com as Associações de Municípios levantando demandas, propondo e executando diversos encontros, cursos e formações. Somente em 2016 foram mais 9 mil participantes, mas ao longo de sua trajetória a Escola de Gestão já capacitou mais de 80 mil servidores.

Atividades desenvolvidas em 2016

As atividades realizadas pela EGEM em 2016 foram voltadas para as áreas de educação, tributação municipal, política de assistência social, contabilidade, finanças públicas, administração, meio ambiente, licitações e contratos administrativos, cultura e turismo, jurídico, comunicação agricultura, convênios e contratos.

Um dos principais diferenciais da EGEM são as parcerias com as Associações de Municípios de Santa Catarina, com instituições de ensino superior nos cursos de pós-graduação e com órgãos de controle, com o governo federal e estadual. Além disso, os temas abordados são sempre atuais e de interesse dos municípios. Os professores são qualificados e experientes. Vale ressaltar ainda que os cursos conferem certificado com registro na Secretaria Estadual de Educação.

Plano de Trabalho para 2017

A proposta da EGEM é inovar sempre, por isso não pretende apenas atender as demandas municipais, mas também antecipar demandas, por meio da análise do contexto nacional em que estão sendo implantadas as políticas públicas. O Plano de Trabalho é a ferramenta essencial para planejar, executar, implementar e monitorar ações, identificar os problemas a serem resolvidos e apontar soluções focadas nos objetivos institucionais, evitando o desperdício de tempo e recurso.

O Plano de Trabalho está dividido em quatro eixos estratégicos, o primeiro visa desenvolver programas de capacitação e formação de servidores públicos municipais, abrangendo cursos de extensão, graduação e pós-graduação. O foco do segundo eixo é promover a produção e difusão de conhecimento na área da gestão pública municipal. Os outros pontos são prestação de serviços e apoio aos municípios e estruturação da EGEM.



Compartilhe