Santa Catarina conta com 349 CRAS e 87 CREAS, nestes espaços municipais são executados os serviços socioassistenciais de proteção social básica e especial. As ações de cada serviço, devem ser desenvolvidas por trabalhadores do Sistema Único de Assistência Social de forma interdisciplinar, considerando que em 2011, foi aprovada a Resolução 17/2011 pelo CNAS, que define os trabalhadores do SUAS, de nível superior. Seguindo as orientações do Ministério do Desenvolvimento Social – MDS, que orienta para a qualificação, através de cursos de pós-graduação, e diante do contexto do trabalho interdisciplinar, faz-se necessário a qualificação dos profissionais que atendem diretamente as famílias referenciadas no CRAS e CREAS, qualificando assim o atendimento às famílias.

Diante deste contexto, a SATC e a Escola de Gestão Pública Municipal – EGEM, que atua na capacitação dos servidores públicos municipais, vinculada a Federação Catarinense de Municípios – FECAM, entidade que agrega as Associação dos Municípios, entre elas a AMREC, elaborou essa especialização em Sistema Único de Assistência Social, para atender uma demanda do Colegiado de Assistência Social, atendendo os trabalhadores da política de Assistência Social, Habitação, Saúde e Educação, Conselheiros de Direitos e de Políticas, bem como demais interessados.

Objetivo geral:

Propiciar aos profissionais do sistema único de assistência social o conhecimento teórico e prático na execução dos serviços socioassistenciais, da proteção social básica e especial, visando a consolidação do Sistema Único de Assistência Social em Santa Catarina com ênfase para o trabalho interdisciplinar e nos instrumentos de planejamento do SUAS.

Objetivos específicos:

• Compreender a execução dos serviços socioassistenciais com foco na matricialidade sociofamiliar e no território;

• Compreender o trabalho interdisciplinar na atuação na proteção social básica e especial;

• Contribuir para a definição e atribuições das equipes de referências que atuam no SUAS;

• Identificar a atuação da psicologia social e comunitária no SUAS e sua interface com o Serviço Social

• Propor a elaboração de fluxos de atendimento e protocolos de atendimento interdisciplinar;

Público-alvo:

Assistentes Sociais, Psicólogos, Advogados, Antropólogo, Economista Doméstico, Pedagogo, Sociólogo, Terapeuta ocupacional, Musicoterapeuta, Administrador, Contador que atuam ou pretendem atuar na política de Assistência Social do Estado de Santa Catarina.


Blumenau-SC

Duração
18 meses.

Local
Associação de Municípios – AMMVI
Rua Alberto Stein, 466 – Velha
Blumenau, SC.

Horário
Sexta Feira: das 13h às 22h30min;
Sábado: das 08h00min às 13h30min;

Investimento:

Matrícula: R$ 215,00
Valor total do curso será de 20 (vinte) parcelas iguais de 380,00 (trezentos e oitenta reais).

Inscrições em: www.portalsatc.com